Não registrar?

NUNES MARCASMas se eu não registrar, qual poderá ser meu prejuízo?

Realmente é difícil quantificar um problema que pode até nem acontecer, mas vamos tentar exemplificar:

– Se você não registrar a marca que protege seus produtos ou os seus serviços, e se alguém fizer isso, a sua empresa pode ser processada por uso indevido de marca e o autor do processo poderá solicitar indenização.
Essa indenização varia entre 3% e 5% do faturamento bruto de sua empresa nos últimos cinco anos.

Caso ele somente solicite que você pare imediatamente de usar a marca que hoje lhe identifica junto a seus clientes. Isso poderá ser exigido com um, dois ou mais dias, dependendo do critério do proprietário da marca (cabe ao juiz concordar ou não com esse prazo). Neste caso, você terá que desembolsar os valores referentes aos impressos, fachada, notas fiscais, veículos adesivados se houver, produtos expostos, ou serviços desenvolvidos etc.

 Se eu não renovar minha marca, alguém poderá registrá-la em seu nome?

Sim,  Esse é um problema muito comum, especialmente quando a empresa entra em processo de falência é frequente a perda de prazo. Além desses casos, muitas vezes a empresa simplesmente perde o interesse na marca e abandona o produto/serviço. É uma excelente oportunidade para que alguém que procura por uma marca nova.

Essas marcas, abandonadas, estão legalmente livres para que qualquer um as registre. Muitas delas ainda têm forte apelo de mercado e consumidores fiéis.

 Enfim, qual a vantagem de ter uma marca registrada? 

Basicamente a marca é registrada de forma defensiva ou ofensiva. Ou seja, você pode registrar uma marca para evitar que alguém tente impedi-lo de usá-la (caso das pequenas empresas) ou para evitar que os outros usem essa marca (geralmente estratégia de empresas médias e grandes).

Só uma marca registrada pode gerar receita através de licenciamento, franquia ou venda.

Share Button